Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Live & Love - Restart

Tenho este Blog desde abril de 2012 e não escrevo desde 2014... estamos em 2017 e este é um RESTART daquilo que sou... sou doente renal e venho mostrar que conseguimos levar uma vida perfeitamente normal... Desistir, NUNCA!!!

Live & Love - Restart

Tenho este Blog desde abril de 2012 e não escrevo desde 2014... estamos em 2017 e este é um RESTART daquilo que sou... sou doente renal e venho mostrar que conseguimos levar uma vida perfeitamente normal... Desistir, NUNCA!!!

19
Nov17

Um pouco de MIM - julho de 2016

Live and Love

Estou de baixa desde o dia 4 de janeiro (isto em 2016) pois fui retirar o antigo cateter de diálise e colocar um novo no lado esquerdo. Como houve complicações e contraí uma bactéria hospitalar tive de prolongar a baixa, decidindo ficar até ao final do ano letivo em casa. Isto para uma boa recuperação e para que os alunos conseguissem uma aprendizagem em harmonia, com uma professora que estivesse 100% disponível mental e fisicamente. Sem dúvida alguma que este tempo que estou em casa tem sido muito útil, principalmente para a minha recuperação. Contudo, nem sempre é compreensível por parte dos outros, isto porque se estamos em casa e se conseguimos fazer minimamente a nossa vida normal e as coisas do dia a dia, recai uma carga enorme sobre os nossos ombros. Como estamos em casa parece que temos a obrigação de fazer tudo, desde as refeições, roupas, organização geral da casa... Como estamos em casa recai sobre nós todas as responsabilidades, e se não o fazemos, sentimo-nos mal ou passamos a ser desleixadas. Como estamos em casa, temos de estar sempre prontos e disponíveis para tudo e para todos, como se não tivessemos a nossa vida e os nossos compromissos. O que as pessoas não sabem é que nem sempre acordamos na melhor forma, que às vezes só queremos sossego e descanso, e que também temos uma vida para além da doença e do trabalho, que é a minha VIDA, e sou eu que mando nela!!! Se estou em casa, não é por acaso... é porque tenho uma doença que me incapacita de algumas coisas. No meio disto tudo sinto-me responsável por todas as tarefas, e quanto mais faço, menos ajuda tenho. Por vezes pergunto-me "Será que estou a ser egoísta em pensar assim, ou tenho mesmo eu de ser a responsável por tudo???" Outro contra do estar em casa é ouvir comentários como "Então como vão essas férias?" ou "Pelo menos não estás a trabalhar!" Não, não estou de férias e não, não estou melhor que ninguém. Estou doente e daria tudo para estar a trabalhar porque isso significaria que estaria bem. Por vezes sei que esses comentários não são com a intenção de magoar ou com qualquer outro objetivo, mas só quero que percebam que se estou em casa é porque não estou bem. E porque hoje estou cá, mas amanhã posso não estar... Conversas à parte, ontem foi dia de consulta de DP e está tudo bem à exceção da hemoglobina que está bastante baixa. De facto estava a notar que estava bastante cansada sem fazer praticamente nada. Conclusão, aumento da dose de aranesp e passar a fazer 7 dias de diálise, em vez dos 6. Dia 3 irei fazer apenas hemograma e acertar a dose de aranesp. Silvia

DSC_0156.JPG

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.